AGRESTE VIOLENTO: UMA FORÇA QUE VAI ALÉM DA NOTÍCIA | Agreste Violento

PM CONECTADO

Águas Belas (87) 99919.2115
Angelim (87) 99979.3204
Bom Conselho (87) 98101.7402
Brejão (87) 98101.8739
Caetés (87) 98146.4946
Canhotinho (87) 99612.2683
Capoeiras (87) 9.9819-5367
Calçado (87) 98116.4066
Correntes (87) 98134.0114
Garanhuns (87) 98139.1576
Jupi (87) 99962.2743
Jucati (87) 98111.2481
Lajedo (87) 9.8144-9320
Lagoa do Ouro (87) 991794150
Paranatama (87) 98121.5364
Palmeirina (87) 98143.4566
São João (87) 98116.1430
Terezinha (87) 98124.0865

Rádios e Parceiros

terça-feira, 01 de novembro de 2016

logo-nova-agreste-violentoHá exatos seis anos, nascia o portal “Agreste Violento”. No início, despretensioso, apenas com a intenção de ocupar um vácuo no noticiário policial da região, outrora de grande repercussão. Sempre atento aos fatos e antenado com fontes de dentro dos batalhões e delegacias da região, o Agreste Violento ganhou força. Virou um fenômeno de audiência e conquistou não apenas o agreste mas foi além. Chegou aos sertões, ao agreste setentrional e hoje é acessado diariamente na capital do Estado e até fora de Pernambuco. É sem dúvidas, uma das principais fontes de notícias do Agreste de Pernambuco.

Tanto sucesso assim, não teria razão de existir, não fosse a dedicação de Paulo Fernando e Jailson Ferreira. Com o tempo, o design foi mudando, mas sempre mantendo as características iniciais como o preto ao fundo que representa o luto de uma sociedade por cada vida ceifada pelos criminosos. O Agreste Violento não acusa ninguém, faz um jornalismo imparcial e tem como credo sempre respeitar as vítimas e os seus familiares.

As emissoras de rádio da região se tornaram “viciadas” no portal e não só isso, viraram parceiras do Agreste Violento. Tanta audiência assim – até hoje são mais de 65 milhões de acessos -, não poderia ficar restrita apenas a casos policiais. A sua editoria decidiu abrir o leque e divulgar boas notícias também. São fatos que se tornam relevantes nas cidades do Agreste e logo viram notícia.

DENÚNCIAS – O portal também tem uma preocupação em participar da vida sociedade, ajudando na elucidação de casos complexos. O serviço de denúncia é um dos pontos fortes do Agreste Violento. O internauta que sabe do paradeiro de algum foragido ou de algum crime que ocorre em silêncio, denuncia no portal, que por sua vez, encaminha o pleito às autoridades competentes. Assim, o jornalismo deixa de ser apenas notícia e se torna parceiro da sociedade.

Vida longa ao Agreste Violento!

Paulo Fernando

Compartilhe