| PORTAL AGRESTE VIOLENTO

PM CONECTADO

Águas Belas (87) 99919.2115
Angelim (87) 99979.3204
Bom Conselho (87) 98101.7402
Brejão (87) 98101.8739
Caetés (87) 98146.4946
Canhotinho (87) 99612.2683
Capoeiras (87) 9.9819-5367
Calçado (87) 98116.4066
Correntes (87) 98134.0114
Garanhuns (87) 98139.1576
Jupi (87) 99962.2743
Jucati (87) 98111.2481
Lajedo (87) 9.8144-9320
Lagoa do Ouro (87) 991794150
Paranatama (87) 98121.5364
Palmeirina (87) 98143.4566
São João (87) 98116.1430
Terezinha (87) 98124.0865

Rádios e Parceiros

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Policiais Civis da delegacia de Brejão (154 C. Policial) deram cumprimento a mais um Mandado de Prisão, este agora expedido em desfavor de José Carlos Nunes Lopes, de alcunha Paraíba, 27 anos, morador da Rua do Caiana, centro. De há muito tempo que vem aprontando na cidade: ameaças, agressões e destruindo o patrimônio público e privado. Já fora (inclusive) autuado em flagrante delito. É um contumaz na prática delitiva de lesão corporal, injúria e ameaça, tudo em relação à sua companheira, Maria Aparecida Andrade da Costa, sendo por isso condenado. Ainda responde pelo crime tipificado no artigo 163 do CPB (dano), como vítima o Município de Brejão. Recentemente sofreu mais uma condenação: artigo 329 do CPB, crime de resistência. E, reiteradamente, vem descumprindo as citações da justiça (artigo 330 do Código Penal), razão pela qual o senhor juiz da cidade determinou o seu encarceramento. Sendo-lhe dada voz de prisão na manhã de hoje, a ela não reagiu. Apresentado à Autoridade Policial, foi submetido ao exame de corpo de delito e, em seguida, encaminhado ao CRA de Canhotinho para cumprimento de uma nova pena.

Em tempo: inadvertidamente, alguém chamou a atenção da delegacia de Brejão para que desse cumprimento a mandados de prisão, o que implicaria ganhos em quotas de pluri. A delegacia de Brejão entende que, com ou sem quota, o trabalho deve ser realizado. O Mandado acima foi recebido pela delegacia às 10 horas. Meia hora depois foi devidamente cumprido. Fica a pergunta: então, se não existisse esse famigerado pluri ninguém mais produziria, é isso? E os que não prendem ninguém e o tem (pluri), quem explica esse contrassenso? Outra coisa: tem muita gente tirando pluri em cima do trabalho da PM. Qual o mérito de uma DP encaminhar à Justiça 100 inquéritos mensais, 90 sendo flagrantes dos policiais militares? O compromisso da DP de Brejão — que deve ser de todas as outras — é incondicional. Ganha-se para isso. Ninguém venha dizer a Brejão o caminho do alfabeto. Eu o sei. A delegacia tem compromisso com as metas estabelecidas com o programa Pacto pela Vida. A DP sempre honrou esse compromisso. Prova cabal do que diz pode ser visto pelo ano de 2013, quando ficou em 2º lugar em cumprimento de Mandado em toda a área da 18ª Seccional, perdendo apenas para Jupi. Um detalhe: a população de Jupi é quase duas vezes à de Brejão, de forma que, em números relativos, a DP de Brejão a superou e muito, deixando também comendo poeira cidades como Garanhuns, Bom Conselho, Águas Belas, Lajedo e todas as outras. Brejão prende, prendeu e vai prender, e nem precisa de quotas de pluri para isso, coisa que, gratuitamente, muitos têm sem fazer jus. Tendo Mandado e estando os réus “na área”, a prisão dar-se-á incontinenti, como a supramencionada. Recadinho para os subalternos e usurpadores de função: quem acha que Brejão não prende, que venha ao Fórum e se sente na cadeira do Juiz, passando a expedir, a torto e a direito, mandados de prisão. A delegacia vai agradecer e muito. Os legalmente expedidos (todos), a delegacia já os cumpriu.

Compartilhe   

quarta-feira, 08 de fevereiro de 2017

O Governo Municipal de Brejão, enviou no mês de janeiro de 2017  para a Câmara  de Vereadores, o projeto de lei 01/2017, tratando do reajuste e adequação do salário dos servidores municipais efetivos, contratados e comissionados. A medida tem por objetivo cumprir o que determina a legislação federal, e é mais uma iniciativa da Prefeita Beta Cadengue.

No início deste ano, através do decreto nº 8.948 de 16 de dezembro de 2016, o Governo Federal fixou em R$ 937,00 o valor do novo salário mínimo em vigência no país desde o dia 1º de janeiro deste ano.

O projeto já foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal, e sancionado pela chefe do executivo, a atualização do novo valor do salário mínimo beneficiará os servidores do município, e  entrará em vigor a partir do próximo pagamento.

“Vamos adotar medidas que possam assegurar o pagamento em dia dos funcionários públicos, são eles que diariamente contribuem para o bom funcionamento dos serviços ofertados a população”, comentou a Prefeita Beta Cadengue.

Compartilhe   

sexta-feira, 03 de fevereiro de 2017

A Prefeita Beta Cadengue, vem a público informar que na data de hoje (02/02/2016), atendendo às necessidades e aos pedidos dos servidores efetivos, ativos e inativos, que não tiverem seus salários do mês de dezembro de 2016 pagos pela administração anterior do ex-prefeito Ronaldo Ferreira de Melo, propôs acordo de parcelamento para pagamento dos salários atrasados em 4 parcelas mensais como forma de solucionar o problema dos servidores lesionados, o que teve a concordância da Representação dos Servidores Municipais, da Promotoria de Justiça de Brejão e do Juiz da Comarca de Brejão em ato judicial conciliatório.

Com responsabilidade, honestidade e competência na administração da máquina pública, a prefeita Beta Cadengue iniciou sua administração com o pagamento em dias dos salários dos servidores ativos e inativos no mês de janeiro de 2017, deu andamento à recuperação da frota municipal abandonada que irá servir a educação de Brejão, restabeleceu o programa de abastecimento hídrico, está reformando escolas, hospital e outros bens públicos essenciais ao atendimento da população, e muito mais irá fazer por Brejão.

O pagamento parcelado dos salários em atraso se deu como forma de não comprometer o andamento dos serviços essenciais prestados à população brejoense, bem como para não comprometer as atividades rotineiras da administração, tendo em vista um débito de mais de R$ 4 milhões de reais deixados pela gestão anterior, em evidente prejuízo aos cofres públicos.

Informa ainda, que está reunindo toda documentação pertinente à questões ligadas ao não pagamento dos salários de servidores aposentados e alguns efetivos relativo ao mês de dezembro de 2016, para adoção das medidas judiciais cabíveis, a fim de que todos os responsáveis sejam penalizados, posto que foram pagos alguns salários de cargos comissionados, contratados e fornecedores escolhidos pela gestão anterior.

A prefeita pede desculpas pelos transtornos causados pela administração passada, e reitera o seu compromisso com a população de Brejão, em especial com os servidores municipais.

Brejão- Pernambuco, 02 de Fevereiro de 2017.

Prefeitura Municipal de Brejão.

Governo “Amor por Nossa Gente”

Assessoria de Comunicação – Ascom

 

Compartilhe   

sábado, 28 de janeiro de 2017

Em apenas um mês de governo, a prefeita de Brejão, Beta Cadengue(PSB), tem mostrado firmeza e determinação no desempenho de suas funções, enfrentando com maturidade os desafios que a administração pública impõe.  Com o objetivo de atender as demandas do município e reivindicações da população, sempre buscando as parcerias necessárias pra fazer uma boa gestão , a prefeita Beta, juntamente com ex prefeito e atual Gerente da Casa Civil do Governo de Pernambuco, Sandoval Cadengue, cumpriram na última quarta-feira(25)  uma extensa agenda de compromissos na capital pernambucana, participando de duas importantes reuniões.

A chefe do executivo Brejonese, aproveitou sua ida ao Recife, e participou na Sede do IPA(Instituto Agronômico de Pernambuco), de uma importante reunião com o  presidente do órgão, Gabriel Maciel. O contato foi bastante produtivo, servindo para reforçar um dos compromissos do atual governo, que é priorizar as ações voltadas a ampliação e melhoramento do abastecimento de água. “ Temos uma emenda do Deputado Federal Tadeu Alencar, com recursos para perfuração de três poços, e estamos trabalhando na liberação desse recurso” informou a prefeita.

No início da tarde,  a jovem gestora foi recebida pelo Superintendente Estadual da FUNASA(Fundação Nacional de Saúde), José Inácio da Silva. Na ocasião se tratou do abastecimento de água de Brejão, uma obra que foi paralisada por quase quatro anos, ainda na gestão anterior. Um projeto da FUNASA com orçamento de  R$4.924.428,93, contemplado com recursos do PAC do Governo Federal, e que após a sua conclusão  iria beneficiar a Vila de Santa Rita, Vila Ferreira e a cidade de Brejão, ou seja, a solução do problema de abastecimento de água do município.

Agora a nova gestão trabalha para resolver os entraves burocráticos que fizeram com que a obra fosse paralisada, além da falta de interesse do governo passado, e dessa forma dar continuidade a esse grande projeto.

Compartilhe   

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

A cidade de Garanhuns e algumas da região vem sofrendo com ação de bandidos armados que a todo instante praticam assaltos e furtos a veículos. É de assustar a sequência de roubos que vem acontecendo principalmente em Garanhuns nos últimos dias. Vários veículos foram alvos de bandidos e ninguém vai preso. Os veículos roubados praticamente desaparecem como fumaça e se quer aparece uma pista que possa trazer esperança as vítimas que tanto sofrem para adquiri-los.

No bairro da Cohab III em Garanhuns, o morador deixou seu carro Fiat Uno, de cor cinza e placa MUC-4811/PE, estacionado defronte a sua residência, quando por volta das 23h de segunda-feira (23), ouviu um barulho do carro sendo ligado, ao sair para ver o que estava acontecendo, percebeu seu veículo sendo levado por bandidos e até esse momento o mesmo desapareceu como pó.

Ontem, terça-feira (24), bandidos renderam um motorista por volta das 14h, às margens da BR-423, próximo a Gvel Veículo em Garanhuns e tomaram sua Hilux, de cor prata, ano 2014, de placas OWZ-6865/BA e desapareceram sentido ao município de Águas Belas. Mais um que virou pó. Há! Também foi roubado em Heliópolis, um Fiat Uno, de cor azul, de placas KIB-3833/PE. E não podemos deixar de anunciar que no bairro de São José, imediações da CEAGA, elementos roubaram um Corsa Wind, de cor verde, e placas KLE-3915/PE.

No município de Lajedo/PE, BR-423, bandidos fortemente armados com armas de grosso calibre renderam um motorista e levaram seu Pálio Fire, de cor branca, e placas OYL-5295/PE.

E nesse momento, a Agentes da Polícia Civil informam que no Sítio Brejo Seco, área rural do município de Brejão, próximo ao trevo da cidade de Correntes, elementos acabaram de roubar um Fiat Uno, de cor prata, e placas KFS-1526/PE.

Todos eles são levados para o além e não voltam nunca mais, como o que aconteceu com centenas deles nessa região.

Vejam mais notícias de veículos roubados recentemente em Garanhuns/PE.

POPULAR TEVE O CARRO TOMADO DE ASSALTO EM GARANHUNS

BANDIDOS ROUBAM CARRO EM HELIÓPOLIS E LEVAM MOTORISTA COMO REFÉM

MAIS UM VEÍCULO FIAT UNO FURTADO EM GARANHUNS

POLÍCIA CIVIL PROCURA SUSPEITO DE FURTAR VEÍCULO EM HELIÓPOLIS, GARANHUNS/PE

Compartilhe   

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Na última sexta-feira(13), a prefeita do município de Brejão, Beta Cadengue,  resolveu expor publicamente no centro da cidade, alguns veículos e equipamentos que foram deixados pela gestão anterior, e que segundo ela, foram deteriorados e sucateados. Alguns deles são irrecuperáveis e vamos estudar a viabilidade de um leilão, pontuou Beta.

Questionada sobre a repercussão dessa decisão, a chefe do executivo municipal,  revelou que não pretender criar um clima de revanchismo político, mas de conscientizar a população sobre a responsabilidade que um prefeito dever ter, em zelar pelo patrimônio público.

“ O que o ex prefeito fez questão de esconder, nós fazemos questão de mostrar ao povo, quando meu pai entregou a prefeitura em 2012, deixou tudo funcionando e em perfeito estado de conservação, destruir o patrimônio público constitui um desrespeito ao povo. Agora teremos pela frente uma missão árdua pra deixar a máquina pública funcionando de forma plena, atendendo as pessoas da maneira devida. Quero inclusive convidar a população para visitar os prédios públicos, pra observar de perto o estado em que se encontram algumas escolas e postos de saúde. É deprimente a gente olhar a situação de alguns deles”  relatou a prefeita em tom de desabafo.

Todas as irregularidades encontradas no município deverão constar no relatório de transição, que deverá ser entregue nos próximos dias ao Tribunal de Contas do Estado, a nova gestão comunicou que pretende apurar a situação com riqueza de detalhes e informações, para posteriormente formalizar uma denúncia, aos  órgãos fiscalizadores.

Para dar agilidade ao trabalho administrativo, a prefeitura deverá funcionar por um período ainda indeterminado, em um prédio localizado ao lado do mercado público, enquanto isso, será realizada uma reforma no prédio que até então, abrigou a prefeitura..

(Com informações da (Assessoria de Comunicação)

Compartilhe   

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Capitão Gílson,

Como pôde o senhor nos deixar em uma hora como essa?

Agora!? Assim!? Como!?

— Mas…

Mas o quê, Capitão?

Capitão, bem sabia o senhor do momento, que passamos. É preciso dizer que a violência se alastra e já domina tudo? Capitão, quem mais segura os homicídios? Os assaltos a bancos? Os roubos e furtos outros? Quem, Capitão? Quem mais segura essa violência doméstica? Pior ainda, quem mais segura esse banditismo nunca dantes registrado em anuários policiais daqui e além-mar, como atores tendo os “de cima”, e cujos crimes, com enorme reflexo, fazem os “debaixo” parecer meninos de rua, estes por mais vis que sejam? Capitão, quem segura? Jogamos um jogo desigual, Capitão. Ainda não foi perdida a esperança, certamente. Mas assim, com o senhor se retirando do campo de batalha, um titular absoluto e inquestionável da posição. Assim, Capitão, o inimigo somente tem a agradecer, ele já fortalecido, menos pelos meios próprios, e mais (muito mais) pela Ausência do Poder Público. Assim, são “as batatas” de Machado de Assis ao inimigo vencedor, nos restando a desolação e a desilusão. A morte metafórica. Somos todos defuntos.

— Sei de tudo isso. Mas, eu fiz a minha parte.

Perdão, Capitão! Fez mesmo! Como fez! É que a fenda aberta preocupa. Deixa-nos assim, meio que perdidos, meio que desencorajados, meio que vencidos. Vá em paz. Que seu Espírito de Guerreiro se manifeste em nossas pequenas almas. Nos encoraje. Precisaremos. É grande o desafio.

Passava pelas imediações do hospital Monte Sinai, ali vendo viaturas da PM. Pensei se tratar de um companheiro ferido. Na esperança de esclarecimento, buzinava. Ninguém me ouvia. A dor já conhecida paralisava. Fazia sentido. Adiante, ouvi alguém comentando: “Capitão Gílson morreu de infarto!”. — Deus, disse a mim mesmo. Um ladrão é a morte. Ela vem e nos leva sorrateira e mansamente. Levou o Capitão. Levou-O.

De há muito tempo conhecia o Capitão Gílson. Que na verdade, era ele muito conhecido. Lembro-me dele na cidade de Correntes, então nascendo nossa amizade. Passamos, PM e Delegacia, a fazer Operações Conjuntas. Compartilhávamos informações e somávamos esforços. Ainda que não inteiramente limpa e livre, por um bom tempo Correntes se viu com os índices de violência bem abaixo da média das cidades do seu porte. Tantas outras da região preocupavam, SIM. Como depois do encontro vem o desencontro (como diz o poeta), a vida é isso, tomamos rumos diferentes, mas enraizados pelo trabalho que gerou admiração e respeito recíprocos.

Um abnegado no sentido religioso, Capitão Gílson. Um altruísta. Renunciava a si mesmo e carregava a cruz da instituição. A coisa anormal e fora do lugar incomodava mais a si do que a qualquer um outro. Disso convencido, ele convencia. Partia então para “um chamado” envolvendo os mais diversos segmentos da sociedade, tudo em prol e para o desejo comum: a tranquilidade pública. Correntes. “Policial Negociador” do Gati. Bom Conselho. Honraria em Iati. Voto de Aplauso em São Bento do Uma. Belo Jardim. O Capitão Gílson marcou. Uma marca. Mais do que um Chefe, grande Líder. Chefes existem às pencas por aí. Líderes, uma raridade. O Capitão Gílson tinha liderança. Ele não dizia “Vá!”, próprio dos sem comando. E sim “Vamos!”, bomba de efeito moral que encoraja os comandados fazendo-os seguir, incondicional e destemidamente, a liderança. Aqui o Capitão foi ímpar. Firmou-se como líder. Firmou-se pelo exemplo, que é tudo.

— Esperou o verão para fazer ponto final na sua doce lavoura. Partiu em janeiro. Em verdade, quem morreu não foi ele. Foram as coisas, que deixaram de ser vistas pelos seus olhos. Foram os objetos que a sua mão deixou de tocar. Os seus livros, amigos, estamos defuntos. Foi o mundo que morreu nos seus cinco sentidos. Correntes e outras cidades choram a morte do Capitão. Copiosamente, Bom Conselho chora. O Capitão Gílson “combateu o bom combate” do apóstolo Paulo. Viveu sua fé: acreditava no que fazia. É sua Capitão Gílson A Coroa do Dever Cumprido. O senhor foi plural. Então,

José Maria

Comissário de Polícia

 

Compartilhe   

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Morreu na tarde desta sexta-feira (13) no Hospital Monte Sinai em Garanhuns, o Capitão da Polícia Militar, Gilson Marcone Cerqueira, de 41 anos.

Ele passava por um procedimento cirúrgico para implodir um cálculo renal (pedra nos rins), quando sofreu uma parada cardíaca, vindo a óbito.

Gilson estava na Polícia Militar a 18 anos, a maioria dedicados ao 9º Batalhão de Garanhuns, onde comandou as equipes especializadas e por anos esteve a frente do GATI, Gilson deixou o batalhão de Garanhuns em 2015 e foi transferido para o 15º Batalhão sediado em Belo Jardim, assumindo o comando da 2ª companhia de São Bento do Una,  e estava atualmente no comando da 1ª Companhia com sede em Belo Jardim.

Nas redes sociais amigos lamentaram a morte precoce do Capitão Gilson, o comando do 15º Batalhão e o presidente do Clube dos Oficiais da PM e CBM de Pernambuco também divulgaram nota de pesar.

O Comando do 15° BPM, com profunda tristeza, comunica o  falecimento do capitão Gílson Marcone Cerqueira Nogueira, 41 anos, quando submetido a uma cirurgia para retirada de cálculo renal, no hospital Monte Sinai, em Garanhuns, na tarde desta sexta-feira (13).

Oficial jovem, competente e dedicado à segurança pública, estava há 18 anos prestando valorosos serviços à PMPE. Atualmente, à frente da 1ª Companhia do 15° Batalhão, sediada em Belo Jardim, no Agreste pernambucano.

Casado e pai de quatro filhos, deixa saudades para todos os que tiveram o prazer de tê-lo em seu convívio.  Toda família quinzao, além de parentes e amigos,  enlutados, choram essa dura perda.

TEN CELl PM – JONAS

Comandante do 15° BPM

O Clube dos Oficiais da PM e CBM de Pernambuco recebe com pesar a notícia do falecimento, na tarde de hoje (13), do capitão Gílson Marcone Cerqueira Nogueira, quando submetido a um procedimento cirúrgico no hospital Monte Sinai, em Garanhuns, Agreste do Estado.

Oficial formado na Academia de Polícia Militar do Paudalho e com 18 anos de efetivo serviço na PMPE, sendo declarado Aspirante-a-Oficial no ano de 2001, conviveu entre nós de forma honrosa, destacando-se no desempenho das suas funções em unidades da Polícia Militar de Pernambuco, como Batalhão de Radiopatrulha, 9º Batalhão (Garanhuns) e, atualmente, no 15° Batalhão, em Belo Jardim.

Oficial jovem, casado e pai de três filhos, deixa saudades para toda a família policial militar, além de parentes e amigos, que enlutados choram juntos a morte de alguém muito querido e que em vida, na missão de bem servir à sociedade Pernambucano, escreveu seu nome na causa da Segurança Pública.

CEL PM – Josué Limeira da Silva Jr

Presidente do COPMBM/PE

Compartilhe   

segunda-feira, 09 de janeiro de 2017

Na noite da última sexta-feira (06), uma verdadeira multidão lotou a praça vereador José Augusto Pinto no centro de Brejão, no Agreste Pernambucano,  para prestigiar o último dia da tradicional Festa de Reis do município.

Segundo informações da assessoria de imprensa da Prefeitura, aproximadamente 20 mil pessoas compareceram no encerramento do evento, que foi realizado durante os dias 04, 05 e 06 de janeiro.

Com estrutura montada e programação elaborada pela empresa Djair Produções e Eventos,   a 113º edição da Festa de Reis foi um sucesso de público, de organização, mas sobretudo de segurança, visto que, além da presença da polícia militar, equipes de segurança particular também deram um suporte, para que o evento pudesse acontecer sem maiores intercorrências.

No palco shows com as atrações: Mariano e Marinaldo, Mônica Almeida, Luan Estilizado, Forró Ostenta, Geninho Batalha, Fulô de Mandacaru, Cristiano Bezerra e Cynthia Liz, a dupla Carlos  e Fábio e o cantor  Mano Walter, movimentaram a cidade no primeiro fim de semana de ano. Autoridades locais entre secretários municipais, empresários, vereadores, lideranças politicas  e  prefeitos e autoridades da região, estiveram prestigiando o evento.

“Esse ano, embora enfrentando algumas dificuldades no inicio da gestão, não poupamos esforços para resgatar a tradição dessa festa, que é um patrimônio cultural da nossa cidade, estou muito feliz e satisfeita, em perceber que a repercussão foi muito positiva ” avaliou a prefeita do município.

Questionada sobre suas expectativas para os próximos anos de governo, a jovem gestora, garantiu que vai manter uma parceria muito forte com o governo do estado, e que contará com o apoio do seu pai,  ex prefeito Sandoval Cadengue, o qual ocupa o cargo de gerente da casa civil no governo do estado. Segundo ela, ele estará intercedendo junto ao governador, para viabilizar diversas ações para o município.

Compartilhe   

quinta-feira, 05 de janeiro de 2017

Na noite desta quarta-feira (4), teve início a primeira noite da Festa de Reis no município de Brejão, no Agreste de Pernambuco.

O evento teve como atrações a dupla Mariano e Marinaldo, Mônica Almeida e encerrando a noite o cantor Luan Estilizado.

O policiamento esteve sob o comando do Capitão Fernandes e contou com a participação de 15policiais militares, além da viatura de Brejão, com a presença de um público estimado em 6.000 pessoas.

Durante a realização do evento, não houve registro de alterações.

Compartilhe