| PORTAL AGRESTE VIOLENTO

PM CONECTADO

Águas Belas (87) 99919.2115
Angelim (87) 99979.3204
Bom Conselho (87) 98101.7402
Brejão (87) 98101.8739
Caetés (87) 98146.4946
Canhotinho (87) 99612.2683
Capoeiras (87) 9.9819-5367
Calçado (87) 98116.4066
Correntes (87) 98134.0114
Garanhuns (87) 98139.1576
Jupi (87) 99962.2743
Jucati (87) 98111.2481
Lajedo (87) 9.8144-9320
Lagoa do Ouro (87) 991794150
Paranatama (87) 98121.5364
Palmeirina (87) 98143.4566
São João (87) 98116.1430
Terezinha (87) 98124.0865

Rádios e Parceiros

terça-feira, 09 de maio de 2017

A Polícia Federal/PE numa ação conjunta com a Polícia Militar/PE-(Rádio Patrulha) conseguiu prender, ontem, dia 08/05/2017, por volta das 13:30h Paulo Henrique Andrade, 35 anos, casado, desempregado, natural de Recife/PE e residente no bairro de Água Fria-Recife/PE. A prisão foi efetuada por policiais militares lotados no Batalhão de Rádio Patrulha e aconteceu após a continuidade das investigações realizadas pela Polícia Federal através de denúncias anônimas por parte da população, após a divulgação pela televisão da ação dos bandidos roubando o banco. As imagens do circuito interno de ótima qualidade que foram cedidas pela Caixa Econômica Federal proporcionaram que populares informassem à polícia o local exato onde residia um dos suspeitos.

De posse dessas informações os policiais da Rádio Patrulha se dirigiram até o local indicado em um casebre de dois compartimentos localizado no bairro de Água Fria onde após autorização da companheira do suspeito procederam uma busca vindo a localizar o assaltante dormindo. Ao ser realizada uma abordagem e entrevista prévia o suspeito acabou confessando que tinha participado do assalto à agencia da Caixa Econômica do Espinheiro, sendo ele, inclusive, a pessoa que aparece trajado com o fardamento de uma empresa de segurança privada dentro do banco. Na casa foi encontrado na gaveta de uma estante um revólver calibre 38 com 06 munições o qual havia sido furtado de um dos vigilantes no momento da investida criminosa ao banco-(registro da arma está em nome de uma empresa de segurança privada), uma balança de precisão, além de pequena quantidade de maconha.

Terminado os trabalhos ostensivos e tendo sido todo o material arrecadado pela Polícia Militar, o suspeito recebeu voz de prisão em flagrante foi informado dos seus direitos e garantias constitucionais e levado para a sede da Polícia Federal no Cais do Apolo, onde acabou sendo autuado pela prática dos crimes contidos no artigo 33 da Lei nº 11.343/2006-(tráfico de drogas), artigo 12 da Lei 10.826/2003-(posse de arma de fogo de uso permitido) e Artigo 180 c/c Artigo 70 do Código Penal-(receptação e concurso formal) cujas penas somadas ultrapassam os 30 anos de reclusão, caso seja condenado.  Após a autuação, o preso realizou Exame de Corpo de Delito no IML-Instituto de Medicina Legal e em seguida foi encaminhado para o COTEL- Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna onde ficarão à disposição da Justiça Federal/PE.

Em seu interrogatório o preso confessou a participação no assalto e disse que o dinheiro roubado foi dividido igualmente entre todos os integrantes da quadrilha, tendo ficado também com a arma furtada do vigilante. Relatou também que gastou todo o dinheiro com pagamento de dívidas e que sua participação dentro da agência se restringiu apenas a recolher o dinheiro dos terminais de atendimento, colocando tudo numa bolsa que estava carregando em suas costas. Por fim disse que essa é a primeira vez que participa de uma investida criminosa e que não possui antecedentes criminais. A INVESTIGAÇÃO E AS DILIGÊNCIAS POR PARTE DA POLÍCIA FEDERAL PROSSEGUEM NO SENTIDO DE IDENTIFICAR, LOCALIZAR, PRENDER E DESARTICULAR O RESTANTE DA QUADRILHA.

Compartilhe   

segunda-feira, 08 de maio de 2017

A Polícia Federal em Pernambuco tendo em vista a investida de bandidos que assaltaram no dia 05/05/2017 por volta das 14:25h uma agência da Caixa Econômica Federal que fica situada na Rua da Hora, 383 – Espinheiro, INFORMA O SEGUINTE: a investida contou com a participação direta de 05 bandidos (ainda sem identificação). Toda a ação durou cerca de 5 minutos onde dois bandidos que estavam armados no setor dos terminais eletrônicos antes da porta detectora de metais se dirigiram ao encontro dos dois vigilantes apontando-lhes armas, enquanto um terceiro e quarto integrantes que já estavam dentro da agência (um vestido com fardamento de uma empresa de segurança privada) e aproveitaram a oportunidade para subtrair as armas dos vigilantes. Ainda um quinto criminoso ficou dando cobertura na porta que dá acesso ao interior do banco.

Após dominarem a situação os bandidos se dirigiram até o guichê de atendimento aos clientes onde roubaram os valores que estavam ali armazenados (a quantia não será divulgada) fugindo em seguida e tomando destino ignorado. A Polícia Militar foi acionada chegando ao local minutos depois, fez algumas incursões com vistas a capturar os suspeitos, porém, não logrou êxito em suas prisões.

Ao tomar conhecimento dos fatos a Polícia Federal deslocou uma equipe para o local, no intuito de realizar as primeiras investigações e perícias de local de crime, (os criminosos estavam com os rostos descobertos) testemunhas foram ouvidas a fim de que possam subsidiar as investigações que estão em andamento, inquérito policial foi instaurado. As investigações vão prosseguir, no sentido de identificar, localizar e prender todos os integrantes desta quadrilha de assaltantes de bancos.  Imagens de circuito interno estão sendo disponibilizadas a fim de que a população possa colaborar com as investigações no que diz respeito a identificação e localização dos bandidos. Qualquer informação que possa levar a captura e identificação de toda a quadrilha pode ser feita através do disk-denúncia pelo número 3421-9595, todos que colaborarem tem sua identificação em completo sigilo e anonimato preservados.

A agência atende aos requisitos de segurança possuindo porta detectora de metais, câmeras de circuito interno, aparelho de retardo no cofre que só abre em horário pré-programado, vigilantes e anteparo blindado.

ESTATÍSTICAS:

EM 2016 REGISTRAMOS OS SEGUINTES RESULTADOS ENVOLVENDO A CEF:
28 (vinte e oito) episódios ocorridos entre arrombamentos (20), assaltos (01), explosão (07), armas furtadas (03);
PRISÕES GERAIS NO ANO DE 2016:
44 assaltantes presos dos Correios e da Caixa Econômica Federal com 07 quadrilhas desarticuladas.

EM 2017 REGISTRAMOS OS SEGUINTES RESULTADOS ENVOLVENDO A CEF:
05 (cinco) episódios ocorridos entre arrombamentos (03), assaltos (01), explosão (01), armas furtadas (02);
PRISÕES GERAIS NO ANO DE 2017:
03 (três) assaltantes presos dos Correios e da Caixa Econômica Federal com 01 quadrilha desarticulada.

Compartilhe   

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Um homem foi assassinado a facadas pela companheira na manhã desta quinta-feira (27), na rua Bonfim, no bairro de Nova Descoberta, na Zona Norte do Recife. A vítima fatal, que trabalhava como garçom, teria mordido e arrancado parte do pênis do filho de 3 anos. Após flagrar a crime, a mãe da criança teria matado o marido.

O caso aconteceu por volta das 6h. O homem morreu dentro da casa do casal. A criança foi socorrida e levada ao Hospital da Restauração, no bairro do Derby, na área Central do Recife, e passou por cirurgia. O estado de saúde do menino ainda não foi infomado.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi acionado. A mãe do menino foi detida e levada para a Central de Flagrantes da Capital. O corpo do homem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

(Da FolhaPE)

Compartilhe   

quarta-feira, 12 de abril de 2017

A Polícia Federal em Pernambuco através do Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos deflagrou na manhã de hoje, 11/04/2017, a “Operação Curumim”, com o objetivo de combater a pornografia infantil na rede mundial de computadores. Os crimes que estão sendo investigados são: armazenamento, compartilhamento e divulgação de imagens e vídeos de pornografia infantil na internet.

Na ação de hoje que está sendo acompanhado por representantes da OAB-Ordem dos Advogados do Brasil, em virtude de um dos endereços ser na residência de um advogado, estão sendo cumpridos dois mandados de busca e apreensão localizados em dois bairros (Encruzilhada e Ponto de Parada) e está contando com a participação efetiva de dez policiais federais distribuídos em duas equipes! As investigações que começaram em março de 2016 foram baseadas em suspeitas onde usuários de programas de compartilhamento de arquivos pela internet estavam disponibilizando diversos arquivos de imagens e vídeos contendo cenas de sexo explícito ou pornográficas envolvendo crianças e adolescentes. Há suspeitas de que tais usuários (um advogado e um adulto ainda não identificado) podem ainda estar compartilhando os conteúdos ilícitos até o presente momento.

Em caso de detecção de material pornográfico infantil nos computadores ou equipamentos eletrônicos destes suspeitos, através de uma varredura que é feita em suas máquinas onde Peritos Criminais Federais, utilizando de tecnologia, sistemas e equipamentos avançados de buscas por imagens ou vídeos de arquivos que contenham textura da cor pele, elas poderão ser presas e autuadas em flagrante.  E caso não seja encontrado nenhum arquivo de foto ou vídeo , no momento da varredura preliminar tais equipamentos poderão ser apreendidos e passarão por uma nova perícia mais minuciosa e caso seja detectada a presença de material pornográfico infantil, tais pessoas poderão ser responsabilizadas e  indiciadas  e responderão pelo crime contido no Estatuto da Criança e do Adolescente (Artigo 241-B da Lei 8.069/90) por possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente (pena – reclusão, de 1 a 4 anos).  Agora caso seja comprovado que tais imagens e vídeos foram compartilhados a pena passa a ser de 3 a 6 anos de reclusão.

De acordo com a Polícia Federal, após analisar os computadores dos envolvidos as buscas foram positivas onde foi encontrado material pornográfico infantil armazenado em seus computadores.
Os dois suspeitos são advogados e foram levados para a cede da PF a fim de serem autuados em flagrante. O crime é afiançável e foi arbitrado em 10 salários mínimos para cada um. Eles responderão ao crime em liberdade.
OPERAÇÕES DE COMBATE À PEDOFILIA REALIZADO PELA POLÍCIA FEDERAL

Em 2015 foram feitas 04 Operações de combate a pornografia infantil;
14 Mandados de Busca e Apreensão foram cumpridos;
13 endereços fiscalizados e três suspeitos autuados em flagrante!
24 cidades foram detectadas com registro de pornografia infantil.

Em 2016 já foram feitas 06 Operações de combate a pornografia infantil;
12 Mandados de Busca e Apreensão foram cumpridos;
10 endereços fiscalizados e 06 suspeitos foram presos em flagrante;;
08 cidades foram detectadas com registro de pornografia infantil.

Em 2017 já foram feitas 04 Operações de combate a pornografia infantil;
06 Mandados de Busca e Apreensão foram cumpridos;
06 endereços fiscalizados e 04 (quatro) suspeitos foram presos em flagrante;;
04 cidades foram detectadas com registro de pornografia infantil.

Compartilhe   

segunda-feira, 03 de abril de 2017

Após quase três anos, familiares de José Leandro Alves da Costa, a época com 23 anos, não receberam qualquer informação que pudesse levar ao seu paradeiro.

No dia 12/07/2014, ele conseguiu fugir do Hospital da Providência, no município de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, onde estava internado a dois meses realizando tratamento psiquiátrico. De acordo com familiares a fuga aconteceu pela porta da frente, na época foi registrado na delegacia um Boletim de Ocorrência, a Polícia Civil investigou o caso, mais não conseguiu descobrir o paradeiro da vítima.

Até hoje a família que é do município de Altinho, sofre com o sumiço de José Leandro.

Qualquer informação que possa levar ao seu paradeiro, deve ser informado pelo fone (81) 9.9520-3003 (Falar com Leidiane).

Compartilhe   

domingo, 02 de abril de 2017

A Polícia Federal em Pernambuco em ação conjunta com a Receita Federal, prendeu em flagrante na tarde do dia 29/03/2017 por volta das 15h, uma brasileira, divorciada, vendedora de 39 anos, natural de Olinda/PE e residente na Imbiribeira-Recife/PE-(possui antecedentes criminais: já foi processada em 2013 pela prática do crime de Descaminho).

A prisão da suspeita aconteceu dentro da “Operação Contumaz” deflagrada pela Polícia Federal e Receita Federal através de um Mandado de Busca e Apreensão expedido pela 36ª Vara da Justiça Federal quando a investigada desembarcou em São Paulo-Guarulhos e pegou um outro voo com destino ao Recife/PE por supostamente estar trazendo produtos importados os quais teriam sidos encomendados por seus clientes sem o devido recolhimento do imposto.

A ação teve seu desfecho final quando os policiais federais e auditores a abordaram quando ela estava chegando em sua residência e após uma busca em sua mala encontrou-se diversos perfumes, óculos, relógios, camisas e bolsas femininas de grifes. Ao ser encontrada as mercadorias importadas a equipe também encontrou em seu apartamento num dos cômodos o qual era utilizado como loja para exposição, cerca de 70 unidades de mercadorias ilícitas (óculos, perfumes, bolsas, relógios) todos também desacompanhados de documentação fiscal de importação. As mercadorias foram retidas pela Receita Federal para fins de instauração de um processo administrativo fiscal, as quais totalizaram aproximadamente R$ 65 mil reais.

Terminado os trabalhos investigativos a suspeita recebeu voz de prisão em flagrante foi informada dos seus direitos e garantias constitucionais e levada para a sede da Polícia Federal no Cais do Apolo, onde acabou sendo autuada pela prática do crime contido no artigo 334 § 1º incisos III e IV do código penal (descaminho: não recolhimento do pagamento de imposto devido de mercadoria trazida de outros país –  caso seja condenada poderá pegar penas que variam de 1 a 4 anos de reclusão.  Após a autuação foi arbitrada uma fiança no valor de R$ 10 mil reais, onde após pagamento a suspeita foi liberada onde vai responder pelo crime em liberdade.

Em seu depoimento a vendedora informou que viajou para Miami/EUA na companhia de amigos no dia 22/03/2017 com o objetivo de assistir aos Jogos do MIAMI TENIS OPEN e o festival de música eletrônica do DAVID GUETA e fez compras no valor 3 mil dólares no cartão de crédito porque administra comercialmente um perfil no Instagram há mais de 2 anos para a venda de tais mercadorias faturando em média R$ 10 mil reais.

Compartilhe   

sexta-feira, 31 de março de 2017

A Polícia Federal em Pernambuco prendeu em flagrante na manhã de ontem, dia 30/03/2017 por volta das 9h, um estudante brasileiro, solteiro, 27 anos, natural de Recife/PE e residente no Bairro do Arruda-Recife/PE-(não possui antecedentes criminais) e também estudante brasileiro, solteiro, 25 anos, estudante, natural de Surubim/PE e residente no Bairro da Tamarineira-Recife/PE–(não possui antecedentes criminais). As prisões aconteceram durante fiscalização de rotina destinada a reprimir o tráfico internacional e doméstico de entorpecentes no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre. Os Policiais Federais ao fazer a análise do comportamento dos passageiros perceberam que dois deles estavam aparentando bastante nervosismo, impaciência e inquietação ao se depararem com os procedimentos executados pelos federais. Em virtude de tal comportamento ambos foram selecionados para participar de uma entrevista prévia na sala da Polícia Federal onde começaram a se contradizer em algumas das suas respostas (sobre o valor das passagens aéreas, local onde residiam e qual o motivo da sua viagem).

A ação teve seu desfecho final quando os policiais federais separaram as suas duas malas e ao procederem a sua abertura vieram a descobrir 18 tabletes do entorpecente que ao passar pelo exame narcoteste resultou positivo para a droga denominada “skank” (maconha modificada geneticamente em laboratório). A droga totalizou um peso bruto de 20,9Kg (vinte quilos e novecentos) gramas. O Skank não é produzido no Brasil e pela forma de apresentação a droga é oriunda da Colômbia, cuja internalização é feita por Manaus/AM através de traficantes Colombianos. Em seus interrogatórios os conduzidos informaram que saíram de Recife/PE na terça-feira passada por via aérea e receberam as duas malas já prontas com a droga misturadas em suas roupas em Manaus/AM e logo em seguida viajaram com destino final para Recife/PE, tendo feito antes uma escala em Fortaleza/CE. Disseram também que não se conheciam antes e só vieram perceber que ambos estavam no mesmo serviço de transporte da droga dentro do avião ao retornar para capital pernambucana. Por fim não informaram nem deram maiores detalhes quem foi que os aliciaram e ao chegar em Recife/PE deveriam entregar a droga para uma pessoa que entraria em contato com eles via telefone celular. E por esse serviço receberiam a quantia de R$ 5.000 (cinco mil) reais cada um.

Terminado os trabalhos investigativos e tendo sido toda a droga encontrada os suspeitos receberam voz de prisão em flagrante foram informados dos seus direitos e garantias constitucionais e levados para a sede da Polícia Federal no Cais do Apolo, onde acabaram sendo autuados pela prática do crime contido no artigo 33 e 35 da Lei nº 11.343/2006 (tráfico de drogas e associação) e caso sejam condenados poderão pegar penas que variam de 5 a 25 anos de reclusão.  Após a autuação, os presos realizaram Exame de Corpo de Delito no IML-Instituto de Medicina Legal e em seguida foram encaminhados para a audiência de custódia onde foi efetivada a sua prisão preventiva sendo logo em seguida conduzidos para o COTEL- Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna onde ficarão à disposição da Justiça Federal/PE. Além da droga também foram apreendidas passagens aéreas e dois aparelhos celulares. Esta é a segunda apreensão realizada pela Polícia Federal no Aeroporto Internacional dos Guararapes-Gilberto Freyre com 3 pessoas presas(dois homens e uma mulher) e 15,6Kg de cocaína e 20,9Kg de Skank apreendidos.

ESTATÍSTICAS DE APREENSÃO:
Em 2016 foram realizadas 14 apreensões com 14 pessoas presas (9 homens e 5 mulheres) e apreensão de 26Kg de haxixe, 13.7Kg de cocaína, 6,1Kg de metanfetamina, 25,1Kg de Ecstasy (cerca de 75.800 (setenta e cinco mil e oitocentos comprimidos) e 56 aparelhos celulares Iphone7.
Em 2015 houve apenas uma apreensão de drogas no Aeroporto dos Guararapes-Gilberto Freyre com duas pessoas presas (2 mulheres) com 10,6Kg de cocaína.

Esta quantidade de apreensão de skank representa um recorde histórico desse tipo de droga em Pernambuco. Os nomes e fotos dos presos serão preservados por pedido da família que ao chegar na sede da Polícia Federal entraram em desespero não acreditando na prisão de ambos, informou a Polícia Federal.

Compartilhe   

quarta-feira, 29 de março de 2017

A Polícia Federal em Salgueiro/PE com apoio operacional de Policiais Militares do Corpo de Bombeiros e Policias Civis do Distrito Federal promoveram ações de identificação e consequente erradicação de plantios de maconha no sertão pernambucano. Tais medidas fazem parte das estratégicas adotadas pela Coordenação-Geral de Prevenção e Repressão a Entorpecentes-CGPRE, Órgão Central da Polícia Federal em Brasília/DF, com o objetivo de reduzir a produção e oferta de maconha no sertão Pernambucano. A operação contou com um efetivo 40 policiais entre federais, civis e militares do GATI e do Corpo de Bombeiros de Belém do São Francisco. Os policias trabalharam com incursões terrestres, aéreas e fluviais e contaram com o apoio de 03 aeronaves sendo duas da CAOP-Coordenação de Aviação Operacional da Polícia Federal/DF e uma da Polícia Civil do Distrito Federal/DF, além botes infláveis do Corpo de Bombeiros.

Desta vez foram concluídas mais uma ação nos dias compreendidos de 15 a 22/03/2017 dentro da “Operação Baraúna” onde conseguiu-se erradicar 362 mil pés de maconha, 97 plantios, 159 mil mudas da planta e apreender 2.100Kg (duas toneladas e cem quilos) de maconha pronta para o consumo. Ninguém foi preso. Os plantios foram localizados através de levantamentos feitos pela Polícia Federal e a apreensão foi realizada em ilhas dos Rio São Francisco na Região de Orocó/PE, Cabrobó/PE e Belém do São Francisco/PE.

O ciclo produtivo da cannabis é acompanhado de perto por policiais federais e quando vai se aproximando o período da colheita novas ações são realizadas coibindo assim a secagem e a consequente introdução no mercado consumidor (pontos de vendas de drogas). As constantes operações policiais de erradicação de maconha no sertão de Pernambuco, não tem dado tempo ao traficante daquela região em produzir a droga em seu pleno desenvolvimento, o que tem levado a importação da droga do Paraguai.  Isto também está demonstrado pelo aumento das apreensões feitas pela Polícia Federal de maconha vinda daquele país vizinho.

Caso os 362 mil pés de maconha fossem colhidos e prensados daria para se fazer 120 toneladas de maconha! Assim com essas operações consecutivas a Polícia Federal contribui significativamente para o desabastecimento dos pontos de venda de droga em nosso estado como também em outros estados da região nordeste, evitando assim a escalada da violência tais como: assaltos, furtos, homicídios, assassinatos, acertos de contas, corrupção policial, porque geralmente essas ocorrências giram em torno do tráfico de drogas. Cada ponto de venda de droga desabastecido, significa um foco a menos de violência.

Compartilhe   

quarta-feira, 22 de março de 2017

A Polícia Federal em Pernambuco realizou a prisão na tarde de ontem, 22/03 por volta das 14h, de SÉRGIO JOSÉ GUEDES ALCOFORADO LIMA, 40 anos, brasileiro, solteiro, natural de Recife/PE e residente no bairro de Jardim Atlântico – Olinda/PE, o qual encontrava-se foragido desde o dia 14 de março de 2017 em virtude de não ter sido localizado em sua residência quando da deflagração da “Operação Estufa” que desarticulou uma quadrilha interestadual de traficantes de drogas.

A prisão se deu após a Polícia Federal tomar conhecimento através de investigações e levantamentos que culminou com a sua consequente localização na cidade de Camaragibe/PE. Ao saber onde o foragido encontrava-se foi montada equipes de policiais federais que se dirigiram até o local cercando um imóvel onde funcionava um salão de beleza – os federais ordenaram que ele saísse do imóvel, porém ele desobedeceu às ordens e tentou evadir-se pela porta dos fundos subindo no telhado da casa. Porém, como já havia policiais também naquele local foi imediatamente contido e trazido para a Sede da Polícia Federal onde tomou ciência do Mandado que havia em seu desfavor e logo após foi encaminhado para fazer exame de corpo de Delito para em seguida ser encaminhado para o COTEL-Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna – onde ficará à disposição da Segunda Vara Criminal da Comarca de Paulista/PE. O preso não estava armado.

Com esta prisão até agora foi contabilizado os seguintes resultados: 12 presos, 150Kg de maconha apreendida, 20Kg de pasta base, 03 pistolas, 04 revólveres, 500g de crack, 04 veículos (Jetta, S-10 e 2 carretas), além de R$ 8.500 reais.

A OPERAÇÃO ESTUFA:

Foi deflagrada no dia 14/03/2017 objetivando o desmantelamento de uma organização criminosa de tráfico de drogas interestadual com projeção nos estados de PE, BA, PB e RN que atuava como atacadista, adquirindo grandes quantidades de droga diretamente dos produtores, transportando-as ocultadas em caminhões de frete de cargas lícitas, para seus depósitos. No curso do processo de distribuição, os fardos eram separados e a droga vendida aos distribuidores locais, para criminosos pernambucano e de estados próximos.

Os destinatários da substância ilícita são traficantes que dominam os principais pontos de venda na região metropolitana do Recife/PE, em especial Município de Paulista, inclusive detentos, além de traficantes de outros estados da Região Nordeste. Durante as investigações dessa quadrilha que teve início setembro de 2016 foram feitas 3 prisões em flagrantes, 06 narcotraficantes presos, mais de 2 toneladas de maconha apreendidas, R$ 32 mil reais em espécie apreendidos, além de 06 veículos apreendidos, entre os quais um caminhão.

Participaram da operação cerca de 90 policiais federais de Pernambuco, Paraíba e Alagoas além do apoio operacional de 11 Policiais Militares do BEPI – Batalhão de Polícia Especializada do Interior onde foram cumpridos: 15 MANDADOS DE PRISÃO PREVENTIVA, 21 MANDADOS DE BUSCA E APREENSÃO, 05 MANDADOS DE CONDUÇÃO COERCITIVA

Os integrantes da Organização Criminosa serão responsabilizados criminalmente pela prática dos crimes contido nos artigos 33 e 35 da Lei 11.343/06 – (tráfico e associação – penas de 5 a 30 anos de reclusão) combinado o com o artigo 1º da Lei 9.613/98 com redação dada pela Lei 12.683/12 (lavagem de Dinheiro – pena de 3 a 10 anos de reclusão) e artigo 2º da Lei 12.850/13 (Organização Criminosa – pena de 3 a 8 anos de reclusão) e caso sejam condenados, as penas somadas, podem ultrapassam os 45 anos de reclusão.

Compartilhe   

terça-feira, 21 de março de 2017

Brasília/DF – A Polícia Federal, em conjunto com a Procuradoria-Geral da República, deflagrou hoje, 21, a Operação Satélites*, nova fase da Operação Lava Jato autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Estão sendo cumpridos 14 mandados em 13 endereços nas cidades de Brasília/DF, Maceió/AL, Recife/PE, Rio de Janeiro/RJ e Salvador/BA. O objetivo é investigar indícios dos crimes de corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro.

Esta é a primeira vez em que são utilizadas informações dos acordos de colaboração premiada firmados com executivos e ex-executivos da Odebrecht. Os acordos foram homologados pelo STF em janeiro deste ano.

Trata-se da 7ª fase da Operação Lava Jato que apura o envolvimento de pessoas com prerrogativa de foro junto ao STF. Outras três foram realizadas em 2015, duas em 2016 e uma em fevereiro deste ano.

Compartilhe