ESTUDANTE LEVA TIRO NO PESCOÇO E MORRE AO TENTAR FUGIR DE ASSALTANTES, EM JUCATI E AUTORES DO CRIME SÃO PRESOS PELO GATI | Agreste Violento

PM CONECTADO

Águas Belas (87) 99919.2115
Angelim (87) 99979.3204
Bom Conselho (87) 98101.7402
Brejão (87) 98101.8739
Caetés (87) 98146.4946
Canhotinho (87) 99612.2683
Capoeiras (87) 9.9819-5367
Calçado (87) 98116.4066
Correntes (87) 98134.0114
Garanhuns (87) 98139.1576
Jupi (87) 99962.2743
Jucati (87) 98111.2481
Lajedo (87) 9.8144-9320
Lagoa do Ouro (87) 991794150
Paranatama (87) 98121.5364
Palmeirina (87) 98143.4566
São João (87) 98116.1430
Terezinha (87) 98124.0865

Rádios e Parceiros

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Um rapaz de 19 anos foi assassinado durante uma tentativa de assalto na manhã desta segunda-feira (13), em Jucati, no Agreste de Pernambuco.

O crime aconteceu na Rua Francisco Alves, a vítima Fábio Moura Silvestre, de 19 anos, estava indo para escola, quando dois elementos em uma motocicleta anunciaram o assalto, Fábio teria se assustado e um dos assaltantes efetuou um disparo atingindo ele no pescoço, a vítima conseguiu chegar a um Centro e Saúde, recebeu os primeiros socorros e foi transferido para o Hospital Regional Dom Moura, em Garanhuns, mais não resistiu.

O crime revoltou os moradores de Jucati, Fábio era um menino querido na comunidade e apenas assim como tantos jovens ia para escola em busca de um futuro melhor.

AUTORES DO CRIME FORAM PRESOS PELO GATI

Após assassinarem o adolescente em Jucati, a dupla seguiu para Capoeiras onde assaltaram um supermercado e fugiram pela zona rural com destino a Jupi.

O efetivo do GATI passou a realizar diligências e na BR-423, próximo a Jupi, avistou dois elementos em uma moto com as mesmas características, eles foram identificados como, Otoniel Soares dos Santos, vulgo Nino Queixada, de 26 anos, ex-presidiário e Juliano Carlos Bernardo da Silva, de 19 anos. Eles carregavam uma caixa onde foram encontrados os materiais roubados no estabelecimento em Capoeiras, 30 pares de sandálias, uma TV, um aparelho DVD, quatro celulares, uma quantia em dinheiro e na cintura de um deles um revólver calibre 32, com uma munição intacta, duas pinadas, e uma deflagrada e na casa de Juliano um simulacro de pistola.

Eles foram levados para a delegacia de Jupi, onde confessaram a autoria dos crimes, serão autuados em flagrante e recolhidos ao Sistema Prisional.

A polícia investiga o envolvimento deles em outros assaltos na região.

Compartilhe