MAIS DOIS PRESOS NA OPERAÇÃO GARANHUNS VERDE | Agreste Violento

PM CONECTADO

Águas Belas (87) 99919.2115
Angelim (87) 99979.3204
Bom Conselho (87) 98101.7402
Brejão (87) 98101.8739
Caetés (87) 98146.4946
Canhotinho (87) 99612.2683
Capoeiras (87) 9.9819-5367
Calçado (87) 98116.4066
Correntes (87) 98134.0114
Garanhuns (87) 98139.1576
Jupi (87) 99962.2743
Jucati (87) 98111.2481
Lajedo (87) 9.8144-9320
Lagoa do Ouro (87) 991794150
Paranatama (87) 98121.5364
Palmeirina (87) 98143.4566
São João (87) 98116.1430
Terezinha (87) 98124.0865

Rádios e Parceiros

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

41 mandados foram expedidos durante a deflagração da operação, diz Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu mais duas pessoas dentro da Operação Garanhuns Verde, deflagrada no último dia 3/10 na cidade de Garanhuns através da 22ª Delegacia de Homicídios.

De acordo com a Polícia Civil, foram presos através de Mandados de Prisões expedidos pela Primeira Vara Criminal da Comarca de Garanhuns, o Alan de Carvalho, 24 anos, morador do bairro Manoel Chéu em Garanhuns, e Juliete Maria, também de 24 anos, moradora do bairro Petrópolis na cidade de Caruaru/PE. O Alan foi preso no decorrer da semana e foi encaminhado para a Cadeia de Saloá no Agreste do estado. Ele é suspeito de praticar assaltos junto com o irmão Alex Júnior de Carvalho, também preso durante a Operação Força no Foco realizada na cidade.

Já Juliete Maria, a polícia informou que ela é suspeita de envolvimento com um traficante de vulgo “Coroa”, que teve a prisão decretada durante a Operação Garanhuns Verde. Gonçalo Soares de Melo o “Coroa” é detendo da Cadeia de Pesqueira local que Juliete ia com frequência para visitar o marido dela que está preso pela prática de homicídio. Durante as investigações a polícia descobriu que Coroa autorizou vários pagamentos que foram depositados na conta bancária de Juliete.

Após ser presa, no final da tarde desta quarta-feira (11/10), em Garanhuns, devido ter vindo a cidade solicitar o desbloqueio de sua conta bancária que já havia sido bloqueada pela justiça, foi constatado seu mandado de prisão em aberto e ela foi levada a 22ª Delegacia de Homicídios de onde será encaminhada para a Cadeia Feminina na cidade de Buíque/PE.

A Polícia Civil informou também que foram expedidos 41 mandados de prisões e buscas após a deflagração da Operação Garanhuns Verde.

POLÍCIA CIVIL REALIZA GRANDE OPERAÇÃO DENOMINADA DE GARANHUNS VERDE E PRENDE VÁRIAS PESSOAS NA CIDADE

POLÍCIA CIVIL PRENDE QUADRILHA DE ASSALTANTES EM GARANHUNS/PE

Compartilhe