PARANAENSE É PRESO PELA PF NO AEROPORTO DOS GUARARAPES COM CERCA DE 6,1KG DE METANFETAMINA ESCONDIDA DENTRO DE MALA | Agreste Violento

PM CONECTADO

Águas Belas (87) 99919.2115
Angelim (87) 99979.3204
Bom Conselho (87) 98101.7402
Brejão (87) 98101.8739
Caetés (87) 98146.4946
Canhotinho (87) 99612.2683
Capoeiras (87) 99629.3543
Calçado (87) 98116.4066
Correntes (87) 98134.0114
Garanhuns (87) 98139.1576
Jupi (87) 99962.2743
Jucati (87) 98111.2481
Lajedo (87) 98156.0805
Lagoa do Ouro (87) 991794150
Paranatama (87) 98121.5364
Palmeirina (87) 98143.4566
São João (87) 98116.1430
Terezinha (87) 98124.0865

Rádios e Parceiros

sexta-feira, 02 de dezembro de 2016

metanfetamina-apreesao-pf-pesuspeitoA Polícia Federal em Pernambuco autuou em flagrante no dia 1º/12/2016 por volta das 3h, LUCAS FERNANDO CARVALHO, brasileiro, 26 anos, solteiro, vendedor, natural de Apucarana/PR e residente no bairro de Arapongas/PR-(não possui antecedentes criminais).  A prisão aconteceu durante fiscalização de rotina realizada pela Polícia Federal e Receita Federal destinada a reprimir o tráfico internacional de entorpecentes no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre. Os policiais federais desconfiaram do suspeito em virtude de ter desembarcado em Recife/PE num voo proveniente de Amsterdã/Lisboa/Recife e não no Paraná, estado onde mora e reside, bem como pela demonstração de um comportamento bastante apreensivo, não parando de observar o trabalho desenvolvido pelos fiscais da Receita Federal.

A ação teve seu desfecho final quando o passageiro foi separado para uma entrevista prévia e quando sua mala foi submetida ao aparelho de raio-x da Receita Federal percebeu-se que em seu interior haviam 03 (três) embalagens de formato retangular que ao passar por exame “narcoteste” resultou positivo para METANFETAMINA (é uma droga sintética cuja substância psicoativa é estimulante do sistema nervoso central. Ela também é conhecida como Ice, Tina, cocaína de pobre, Speed ou cristal. O seu uso é administrado cheirando, fumando ou injetando com seringas. A droga cria uma sensação falsa de felicidade e bem-estar, euforia repentina, sentimento de autoconfiança, hiperatividade e energia. Os efeitos desta droga geralmente duram cerca de 6 a 8 horas, mas podem durar até 24 horas. Consequentemente, está associada com sérios riscos de saúde como: perda de memória, agressão, comportamento psicótico, sérios danos ao coração e ao cérebro e provoca uma das dependências químicas mais difíceis de se tratar do que a maioria de outras substâncias entorpecentes).

metanfetamina-apreendidaTerminado os trabalhos investigativos e tendo sido a droga encontrada, o suspeito recebeu voz de prisão em flagrante foi informado dos seus direitos e garantias constitucionais, onde acabou sendo autuado pela prática do crime contido no artigo 33 e 40, inciso I da Lei nº 11.343/2006 (tráfico internacional de drogas) e caso seja condenado poderá pegar penas que variam de 5 a 20 anos de reclusão. Após a autuação, o preso realizou Exame de Corpo de Delito no IML-Instituto de Medicina Legal, em seguida foi encaminhada para a audiência de custódia e logo após para o COTEL-Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna onde ficará à disposição da Justiça Federal. Além da droga também foram apreendidas passagens aéreas, passaporte, 01(um) celular.

Em seu interrogatório LUCAS informou que conheceu uma pessoa em Florianópolis/SC (não deu maiores detalhes), o qual lhe ofereceu uma viagem para a Europa com o objetivo de trazer para o Brasil uma certa quantidade de material entorpecente e por esse serviço de transporte seria lhe oferecido a quantia de R$ 40 mil reais, e em razão de sérias condições financeiras que estava passando resolveu aceitar a proposta. Disse também que todo o planejamento da viagem foi feito pela pessoa que o contratou lhe dando a quantia antecipada de R$ 5 mil reais para custear suas despesas durante a viagem. Disse ainda que saiu do Brasil no dia 18/11/2016 no percurso Florianópolis/Zurique/Barcelona/Amsterdã e que ao chegar em Amsterdã na Holanda ficou hospedado num hotel onde uma pessoa que falava português lhe entregou a mala já pronta com a droga escondida através de um fundo falso. Por fim disse que quando chegasse no Brasil receberia orientações de como deveria proceder para que a droga fosse entregue.

Compartilhe